Home Tags Tags do post "Beleza"

Beleza

0 454

 

A L’Oréal Paris sempre se preocupando com a Mulher, e agora lançou máscaras de Argila Pura, confira!

Máscaras faciais ajudam no processo com resultados rápidos e eficazes. L’Oréal Paris acaba de trazer para o Brasil suas máscaras Detox Argila Pura, que garantem uma pele perfeita em apenas 10 minutos. Em três versões, as máscaras entregam o resultado ideal graças a fórmulas especificamente desenvolvidas para cada necessidade da pele:

 – Matificante tem Extrato de Eucalipto;loreal_packshoot_argilanapura_matificante_14jul17Ideal para reduzir a oleosidade, a máscara Argila Pura Matificante tem propriedades purificantes, antissépticas e suavizantes – benéficas para peles mistas a oleosas – com tendência à imperfeição. Ela tem também função antioxidante, ajudando a eliminar toxinas que podem acelerar o envelhecimento.

 

– Iluminadora, Carvão Mineral;

loreal_packshoot_argilanapura_iluminadora_13jul17

 

A máscara Argila Pura luminadora uniformiza a pele e tem extraordinária capacidade de absorção, com alto poder purificante e detox. O Carvão Vegetal age como um ímã e é muito benéfico para a pele urbana, sujeita a estresse e poluição. A pele fica purificada e, os poros, menos visíveis.

Esfoliante é enriquecida com Algas Vermelhas. As três contam ainda com diferentes tipos de Argila na base da composição, que podem ser combinadas em multimaskings divertidas, de acordo com cada necessidade dos pontos do rosto.

Esfoliante

 

loreal_packshoot_argilanapura_esfoliante_13jul17A máscara Argila Pura Esfoliante foi especialmente desenvolvida para renovar a pele e utiliza os extratos de Algas Vermelhas para acalmá-la. Suas propriedades suavizantes garantem toque macio depois da aplicação da Máscara.

 

 

 

 

 

 

 

0 572

Ao entrar no salão, bandeiras com as cores verde e amarela atestam a brasilidade do local. Lá dentro, a maioria dos atendentes fala português. Rosana, como é mais conhecida, trabalhou em outros dois salões quando chegou em Nova York, em 1999, antes de se tornar empreendedora. Quando um dos estabelecimentos foi vendido, a esteticista passou a atender clientes em sua própria casa, divulgando seu nome.
 
Com o boca a boca ajudando no crescimento do negócio, Rosana apostou no que diz ser uma das melhores características tupiniquins: a originalidade. “Nós brasileiros somos muito criativos e isso faz muita diferença. Foram os próprios clientes que me incentivaram a abrir o salão porque não tinha [em Nova York] um serviço com essa qualidade”, diz.
 
Em seu salão, oferece o que chama de “full service” (serviço completo, em inglês): manicure, pedicure, corte de cabelo, hidratação, luzes, maquiagem e outros tratamentos estéticos que ostentam forte apelo em Nova York, como a famosa “brazilian wax”, nome dado à depilação total dos pelos pubianos. “É um espaço de beleza completo. Estamos antenados a tudo de novo que acontece no Brasil”, afirma Rosana.
 
Além de adotar técnicas 100% brasileiras, Rosana também importa do Brasil produtos como a cera utilizada no salão. “Isso faz um diferencial muito grande no resultado e deixa a clientela impactada”, conta.
 
Para ela, não há grandes dificuldades em abrir e manter o próprio negócio em Nova York, exceto com um detalhe burocrático. “As principais dificuldades de ter o business são manter a taxas em dia e manter os funcionários todos com suas devidas licenças em ordem. Se não tiver, tem problema sério e até fecha o business, num piscar de olhos”, ressalta.
 
Rosana também é enfática ao atribuir importância à preparação necessária antes da abertura de um negócio. “Você tem que ter saber o que você realmente quer, você tem que ter experiência no que você vai botar o seu dinheiro”, aconselha.
 
Embora ainda veja Nova York como uma “terra de oportunidades”, admite que o cenário mudou bastante desde sua chegada. “A maioria dos brasileiros vem pra cá com um sonho, mas não é tão fácil como antigamente”, diz.”Apesar de tudo, vale muito a pena ter o próprio negócio nos Estados Unidos”, completa.

0 916

Como todo mundo fala do meu cabelo, já mostrei vídeo mostrando a pintura, o penteado, mas nunca mostrei para vocês os shampoos que uso para eles permaneçam bonitos.

Cuido muito do meu cabelo, porque faço descoloração do meio da cabeça para trás. A franja é minha mesmo, branquinha como neve e  depois temos que dar um retoque para que os fios fiquem em harmonia e sedosos do alto da cabeça para trás.

Por indicação dos meus dois cabeleireiros Célia Maschmman e Beto Ribeiro, só uso Shampoos da marca Kérastase e o roxo – Silver – que é para o branco permanecer mais branco, sem aquele tom de amarelado, uso um shampoo da LÓreal.

Meu cabelo é escovado uma vez na semana ou se  tiver mais de um evento, faço 2 vezes na semana, é cortado de 45 em 45 dias, e tinturado de 30 em 30 dias no máximo, estourando.

Como trabalho com imagem, tenho que estar sempre com o cabelo muito bem cuidado, mas você que no dia a dia só fica por casa ou dando umas saidas rápidas, acredito que também deva fazer e cuidar muito do cabelo, pois ele emoldura nosso rosto e nos dá a sensação de uma alto estima alta, e é o que nós precisamos depois de uma certa idade, onde o corpo já não está mais tão valorizado, mas nossa cabeça sim.

Vou colocar aqui fotos de alguns produtos que uso e para você usar, seria bom falar com o seu cabeleireiro para saber qual ficaria melhor para o seu cabelo.

 

WP_20150415_002

 

WP_20150415_003

 

WP_20150415_005

kerastase-bain-chroma-captive-shampoo

 

silver-shampoo-loreal

 

IMG_7664

 

0 1220

Tem me chamado a atenção nessas últimas 2 semanas, as matérias questão estampando as folhas de revistas, jornais sobre a maturidade. Depois dos 50 é ser velho?

No jornal Zero Hora da minha cidade Porto Alegre, fizeram uma matéria bem significativa de como não estamos sabendo lidar com o envelhecimento da população, e não estavam falando do envelhecimento de 80 anos e sim depois dos 50 anos.

Na revista Cláudia desse mês, eles fizeram uma matéria intitulada “O velho não quer só comida”- excelente matéria, de onde fala desde a “maturidade” – depois dos 50 anos, até os 100 anos para mais, que sita “os velhos” desse nosso Brasil que ninguém quer enxergar e continuam dizendo que o Brasil é um País jovem. O Brasil pode ser jovem em descobrimento de terras e não de população. O Brasil não se preparou com políticas públicas para esse cidadão que habita seu “seio”.

Nossa população está envelhecendo e tendo a partir da maturidade um poder de compra incrível e a nossa indústria não está se dando conta desse filão.

Tenho falado isso e alardeado por oito anos o que venho observando com a minha maturidade. Com a criação do meu primeiro site, há oito anos, que se intitulava “Nos Passos da Maturidade” falei muito, reclamei muito, mas ninguém conseguia me levar a sério, pois a palavra “maturidade” feria os ouvidos, as pessoas não gostavam, e assim foi, até que resolvi trocar o site para “Conversando com Miréia”, e nele, segundo os “analistas” digitais, eu não poderia só falar nos problemas que via e enfrentava na maturidade, pois não daria “ibope”.

Nesse site, falo de tudo um pouco, mas não consigo ficar de boca fechada em relação à maturidade e a velhice que está a alguns passos, distantes, mas está.

O BRASIL NÃO CONHECE SEUS FUTUROS VELHOS!

Agora, questão de uns cinco anos para cá ou menos, começou haver interesse por parte da “indústria do estilo” por mulheres acima de 50 anos.

Podemos ver a americana Carmen Dell’Orefice que aos 83 anos desfila, trabalha e assim como ela, temos muitas brasileiras que trabalham, são ágeis e imensamente produtivas.

Já tive muitos problemas e ainda tenho com a moda para mulheres maduras, porque infelizmente a moda é pensada, desenhada, modelada para mulheres jovens e não desenhada e pensada para mulheres depois dos 50 anos.

Uma vez conversando com uma coordenadora de uma faculdade de moda aqui do Rio Grande do Sul, perguntei se não haveria interesse em sala de aula, em ter uma disciplina para mulheres maduras? A resposta: Os jovens não gostam de trabalhar para pessoas velhas, não dá notoriedade e nem credibilidade profissional.

A indústria dos dermocosméticos está a todo vapor com criações excelentes para nossa pele, uso alguns cremes que fazem a pele ficar sedosa macia e bonita, deixando transparecer frescor, mas um frescor natural, não aquele frescor “falso”.

Gente!!!!!

O velho abriu a porta de casa e saiu!

Mais um desabafo que resolvi colocar aqui, dentre tantos que já fiz.

OUÇAM as pessoas maduras, OUÇAM os velhos!

Quando comecei a escrever e levantar a bandeira de protesto contra o “descaso” com a maturidade, eu tinha 50 anos e agora já tenho 58. Um amigo um dia me disse que me via no meio de uma multidão, dando pulos para aparecer com uma bandeira.

Deve ser porque sou da geração “babyboomer” e hoje os americanos já denominam essa geração com sendo a geração “oldboomer” – a geração que ficou velha, mas ainda contestadora.

Poderia ficar horas aqui, contestando sobre esse tema, mas prefiro conversar.

 

0 762

Queridas leitoras!

Fui convidada para uma visita a fábrida da Bebecê em Três Coroas, na volta vou contar tudo para vocês, novidades, acontecimentos e como me senti.

Aguardem

Bjs

Lançamento da Coleção Outono/Inverno 2015

 A Calçados Bebecê é uma marca apaixonada, feita especialmente para as mulheres que amam sapatos. Na próxima terça-feira, dia 3 de março, acontecerá o Bebecê Fashion Day, que reunirá um grupo de bloggers, instagramers, opinion leaders e jornalistas. O evento, comandado por Pati Leivas e Miltinho Talaveira, contará com uma visita até a fábrica da marca, que fica em Três Coroas, para conhecer o processo de produção, além de um almoço especial na Ecoland e um desfile exclusivo com todas as novidades da próxima estação.

 A COLEÇÃO

 A Coleção Outono/Inverno 2015 da Bebecê estabelece uma relação de beleza e sofisticação com a temporada. Novas proporções, materiais, acabamentos e detalhes garantem uma proposta única desenvolvida para uma mulher contemporânea e extremamente exigente.

Três temas foram escolhidos para decodificar as tendências da estação: o Folk Urbano faz referência aos estilos Western e Gaúcho, buscando na sofisticação dos materiais rústicos, cores invernais, texturas exóticas, padronagens étnicas e animal prints, a base para os modelos; o New Sixtie traz à tona a estética dos anos 60, que entre um minimalismo vigoroso, dosa masculino e feminino para chegar a um estilo aprimorado com clima retrô; já o Heavy Metals é inspirado no visual pós-punk, acrescido de  referências góticas ou remetendo ao grunge.

Essas são as apostas desta temporada, que assume certa rebeldia através de cabedais pesados, solados robustos, uso intenso de metais decorativos, além de ter o preto como a cor símbolo.

1

5

 

A EMPRESA

 A empresa foi fundada pelos sócios Analdo e Antônio Moraes, em setembro de 1985, na cidade de Três Coroas/RS. Conquistou os mercados mais exigentes e chegou até as principais vitrines do país, sempre investindo em tecnologias avançadas e trabalhando com matéria-prima selecionada.

O resultado é um produto de qualidade, conforto e beleza, que encanta todas as consumidoras. Atualmente, a Bebecê conta com uma produção de 15.000 pares/dia para abastecer os mercados nacional e internacional.

 

 

 

 

 

0 1211

Queda de padrões. Porque a moda deveria, sim, amar corpos reais.

Padrão 1

Confesso que há algum tempo atrás nunca me preocupei de verdade com os padrões da estética do corpo, sobretudo na moda. Para ser bem franca, eu era uma adolescente aprendiz de fashionista super chata que culpabilizava todas as minhas amigas por terem uns quilinhos a mais.

padrão 4

Não é novidade que há décadas a ditadura da moda impõe seus padrões de beleza através de revistas, publicidades, toneladas de Photoshop e etc. Se você soubesse quantas vezes já escutei perguntas do tipo, “Igi, você que mexe com moda, por quê modelos são tão magras?” e quantas vezes eu não soube responder simplesmente por não achar nenhuma afirmação que fizesse REALMENTE sentido… Nossa!

Fato é, infelizmente a moda ainda está muito atrelada aos conceitos de idealização máxima da beleza feminina que surgiram nas artes dos anos 300 e tantos antes de Cristo(!) Sabe aquela busca insaciável pela harmonia, proporção, geometria, simetria em prol da perfeição durante os períodos Arcaico, Clássico e Helenista de deuses esculturais e exuberantes? Sabe Vênus de Milo? Pois é, obsessão anatômica, esse é o termo.

padrão 5

A modelo Justine Legault na capa da Elle Québec, Maio de 2013 @ divulgação

Refletindo sobre essa cultura visual encardida há mais de dois milênios, me questiono: Até quando as mulheres vão se sentir constrangidas por serem reais? Até quando seios avantajados, quadris largos, coxas grossas e barriga saliente vão ser sinônimos de guerra contra a balança? Até quando as mulheres vão acreditar que a beleza está em parecer a tal topmodel-de-revista-que-não-anda-mas-desfila e não em ser o que se é? Quer saber? Felizmente, não por muito tempo em 5 passos!

padrão 6

Versão manifesto da campanha “The Perfect Body” produzida pela grife Dear Kate @  divulgação

No ano passado, a marca Victoria’s Secret divulgou uma campanha que causou verdadeiro furor e indignação nas redes sociais, onde várias modelos, magras e de corpos praticamente similares ilustravam um banner acompanhadas do slogan “O Corpo Perfeito”. Não deu outra, uma legião de mulheres descontentes com aquela ”imagem da perfeição” promoveu a petição #EuSouPerfeita na web, exibindo retratos de mulheres reais, de proporções de corpo diferentes, seguidas do mesmo lema. A campanha original foi alterada.

 

padrão 7

A blogueira Gabi Fresh @ acervo Gabi Fresh /divulgação

Também em 2014, a blogueira Gabi Fresh e verdadeira it-girl da nação plus sizepromoveu uma ação via Instagram, intitulada #Fatkini, que incentivava mulheres “fora dos padrões” a compartilharem selfies vestindo apenas biquínis durante as férias de Verão do Hemisfério Norte. Resultado? Mais de 11 mil publicações que duram até hoje e uma nova faceta do manifesto da auto-confiança estética.

 

padrão 8

lara Lynn, Candice Huffini e Robyn Lawley na capa da Vogue italiana @ Steven Meisel/divulgação

Contestadora de carteirinha e da maneira mais chique e fashionable que a moda já viu, a editora de moda Carine Roitfeld incluiu Candice Huffine no casting da ultima edição do Calendario Pirelli transformando-a em a primeira modelo plus size a estrelar a publicação mais ovacionada pelos amantes da beleza de plantão, ao lado de tops como Adriana Lima, Isabeli Fontana, Natalia Vodianova e Raquel Zimmermann. Com exatamente 15 anos de carreira, Candice já foi capa da Vogue Itália e estampou as páginas de revistas como V Magazine, I-D, W e Harper’s Bazaar.

padrão 9

 

 

Editorial da Vogue América @ Cass Bird/divulgação

A Vogue América publicou recentemente um ensaio online celebrando o poder daunderwear para todos os tamanhos e formas, em clima de pura descontração, naturalidade e sem retoques pelas lentes do fotógrafo Cass Bird. Definitivamente, as imagens mais épicas da real beleza do século 21 no universo fashion.

 

padrão 10

Capa do livro Curves @ Victoria Janashvili /divulgação

Outra grande revolução no mercado editorial está no nascimento da publicaçãoSlink Magazine dedicada às curvas e à moda onde gordura está longe de ser sinônimo de pesadelo, e o projeto que virou livro da fotógrafa Victoria Janashvili que reuniu 40 modelos curvilíneas em uma série a fim de homenagear o amor por corpos verdadeiramente esculturais.

 

 

padrão 12

 

Editorial da Vogue América @ Cass Bird/ divulgação

Não estou aqui para acabar com a carreira das modelos ou dizer que magreza é anormal. Eu sou naturalmente um palito, mas isso não é uma qualidade – como muitos sugerem em cada comentário das fotos de verão que posto no Facebook. O ponto é, qualquer mulher que não nasceu magérrima e nem foi deusa na Grécia Antiga tem todo o direito de encontrar em si e exibir para o mundo a sua própria beleza verdadeira.

Então é por isso que eu digo e repito: #COMEASYOUARE esse é o look!

http://vida-estilo.estadao.com.br/blogs/front-row/comeasyouare-2/

 

Procurei o significado de COMEASYOUARE  e achei como vaga-lume ou como você está.

 

 

0 2114

Dicas da Consultora da Mary Kay

Escolhi esse assunto porque a hidratação é o segredo que fará a sua maquiagem obter o resultado desejado. Afinal, como esperar um bom resultado se a pele estiver oleosa ou ressecada?
Por isso, existem vários produtos que agregam benefícios para a sua pele, reequilibrando essas alterações glandulares.
A sua pele é o seu cartão de visitas, invista nela! Ainda mais que não temos como esconder a pele do rosto.
Então, não importa o seu sexo ou a sua idade, a pele deve ser sempre cuidada de modo adequado, com os produtos certos. Produtos equivocados, podem piorar a sua saúde.
Para um bom manejo dos produtos, a sua pele deve ser corretamente classificada em: normal, seca, oleosa ou mista.
Em qualquer desses casos, o tratamento básico da pele começa com a sua limpeza diária.
Produtos adequados para o seu tipo de pele servirão para limpar as constantes impurezas, assim como, a maquiagem.
Existem produtos de limpeza que oferecem mais benefícios, como o Creme de Limpeza 3×1 TimeWise, que limpa, esfolia discretamente e tonifica.
O uso desses produtos se transformará, aos poucos, em uma tranquila rotina, comparada a escovar os dentes. Será o seu momento de cuidado pessoal, aproveite esse carinho.
Após a limpeza, o segundo passo básico é a hidratação, também, realizada conforme o seu tipo de pele.
Hidros significa água, portanto, hidratar é repor a água perdida e não a oleosidade. Portanto, você que tem pele oleosa, não precisa se preocupar em piorar a sua condição, a tendência é a melhora da oleosidade com o equilíbrio. A desidratação motiva a produção de mais gordura.

Entre esses dois passos básicos (lavar e hidratar), podemos acrescentar outros elementos, como: estimulador do colágeno, protetor solar, vitaminas e máscaras faciais. Ou usar, diretamente, os hidratantes com FSP 30.
Podemos citar outros produtos complementares, como: clareadores de manchas, loções específicas para pele com tendência à acne, hidratantes de lábios, hidratantes/firmadores para área dos olhos, esfoliantes e máscaras nutritivas.
Esses produtos são divididos em linhas específicas para os diferentes grupos etários:

 

IMG_7190

Pele jovem ou sensível: Botanicals Effects

Sistema Anti-idade de Cuidados com a Pele TimeWise
Pele adulta: Sistema anti-idade Timewise

MK men 1
Pele masculina: linha específica*

apresentao-de-produto-time-wise-repair-1-638
Pele madura: Timewise Repair

* Em 04/11/2014, esse produto foi premiado no Evento Atualidade Cosmética 2014.
Com o uso do produto certo, na frequência certa, a sua pele estará radiante para qualquer make que você desejar.

 

0 4212

Depois de tanto tempo tentando com várias marcas, finalmente uma marca, Mary Kay, na pessoa da Dra. Clair Ribeiro, vai nos apresentar maquiagens que poderemos usar no nosso dia a dia e nos momentos especiais.

O primeiro Post será – Cuidados com a pele antes da maquiagem.

Espero que vocês gostem minhas queridas leitoras e que possamos fazer bom uso das dicas e das maquiagens da Mary Kay.

Um mini currículo da Dra. Clair Ribeiro

 
Clair Ribeiro –

Médica formada pela FFFCMPA (atual UFCSPA) em 1994.
Especialista em Clínica Médica pela SBCM-RS.
Consultora Independente Mary Kay há três anos.
 

13mary-kay-

 

0 817

O sabonete Líquido e cremoso de Pitanga da Panvel, tem um perfume delicioso, deixa a pele muito macia e perfumada, mas tem um porém…

A embalagem onde ele é vendido, é muito dura e não é agradável para apertar e sair o conteúdo tranquilo num momento em que ser quer tranquilidade e relaxamento.

Comecei a tirar a tampa , e ai sim, o sabonete cremoso com pequenos grânulos para uma esfoliação leve sai tranquilamente, mas sai muito, o que tem me levado a ter que comprar uma embalagem por semana.

Pitanga, um perfume delicioso da Panvel para o corpo e para a nossa  auto estima, se vai para cama deliciosa e refrescante. Gostei!

0 792

Teremos novidades por aí no mundo da Beleza!

A nova sede da L’Oreal  na região do Porto Maravilha, Rio de Janeiro. Olhem o vídeo e saberão onde vai ficar localizada.

Notícia do próprio site da L’Oreal no Brasil

No dia 24 de setembro, a L’Oréal assinou contrato para a construção de sua nova sede no Brasil, localizada no coração do Centro do Rio de Janeiro, na Região Portuária. Proprietária do terreno e incorporadora do projeto, a empresa carioca JPL iniciará obras ainda esse ano. A nova sede exclusiva para a L’Oréal ficará pronta no fim de 2016.

“O projeto da nova sede é um marco. Esse edifício trará modernidade, eficiência e fornecerá as melhores condições de trabalho às nossas equipes em um ambiente excepcional e inspirador. Esse anúncio complementa as diversas frentes de investimento que estamos realizando no Brasil, como o novo Centro de Pesquisa & Inovação, no Rio de Janeiro, na Ilha de Bom Jesus, ou o novo Centro de Distribuição, em Duque de Caxias.”, afirma o presidente da L’Oréal Brasil, Didier Tisserand.

A nova sede estará localizada na Rua Barão de Tefé, número 27 (esquina com Avenida Venezuela, na Via Binário do Porto), terá mais de 20.000 m² de área edificada, 22 andares e capacidade para 1.500 pessoas. Estrategicamente situada em frente aos armazéns do Porto e ao passeio público de 3,5 Km de extensão do Armazém 8 à Praça XV, a construção terá vista para a Baía de Guanabara.

Altamente tecnológico e eficiente, o edifício, com padrão Triple A, está sendo projetado para atender às melhores práticas em sustentabilidade, conforto e saúde. O edifício almeja as certificações LEED Gold *², AQUA *² e Qualiverde *² , sinônimas de alta qualidade.

“A Região Portuária da cidade é hoje a menina dos olhos da prefeitura. Estamos investindo R$ 8 bilhões por meio de uma parceria público-privada e modelagem financeira inovadoras, sem recursos do tesouro municipal. Ter empresas do porte da L’Oréal apostando nessa área junto com a gente é uma prova de que, juntos, o poder público e a iniciativa privada podem  fazer da nossa Cidade Maravilhosa um lugar ainda melhor para se trabalhar e viver”, completa o prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes.

Desse modo, a L’Oréal Brasil intensifica seus investimentos no país para acompanhar seus planos de desenvolvimento ambiciosos, proporcionando as melhores condições de trabalho para seus colaboradores.

A empresa escolheu um edifício altamente moderno, reiterando seu compromisso com o Rio de Janeiro, participando do desenvolvimento da nova região icônica da Cidade. A construção do prédio confirma o compromisso de sustentabilidade da L’Oréal para 2020, “Sharing Beauty With All”, que estabelece objetivos ambiciosos de desenvolvimento sustentável ao longo da cadeia de valor do Grupo.