Home Mulher Os efeitos da menopausa

Os efeitos da menopausa

0 349

Olá! Hoje nosso tema é a menopausa.

Não importa a idade mental, o corpo sempre sente os efeitos dos anos vividos. Geralmente entre os 40 e os 55 anos nós mulheres vivemos a menopausa, etapa em que se encerram os ciclos menstruais e ovulatórios. Junto com o final do período reprodutivo, vêm também mudanças nos hormônios. Com o tempo, o organismo reduz a produção de estrogênio e progesterona. E como isso faz diferença!

Para que fique mais claro, trouxe para vocês os principais termos sobre a menopausa, com base no Guia da Menopausa:

 

Perimenopausa é o intervalo, que pode ser de vários anos, que antecede a menopausa natural, quando têm início as alterações corporais.

Menopausa natural é a menopausa que ocorre naturalmente, por volta dos 51 anos, sem intervenção de tratamentos ou cirurgias. Geralmente, é confirmada após 12 meses sem menstruação.

Pós-menopausa é o período após a menopausa.

 

Dica: Confira o Guia da Menopausa, uma publicação em parceria da Associação Brasileira do Climatério (SOBRAC) com a NAMS (Sociedade Americana de Menopausa). O material é cheio de informações importantes para entender esse momento da vida.

 

Durante a menopausa, as mulheres se deparam com uma série de mudanças no organismo. Vêm aquelas ondas intensas de calor, ressecamento vaginal, redução da libido, perda de massa óssea, diminuição da atenção etc. É muito comum também as alterações de humor, irritabilidade e aumento da sensibilidade. Claro que cada mulher vive a menopausa de uma maneira, já que cada organismo é único.

Os efeitos físicos são também acompanhados de efeitos psicológicos. Afinal, a idade em que acontece esse efeito muitas vezes é também a fase em que mães se deparam com os filhos crescidos e que esposas precisam lidar com questões importantes no casamento. A menopausa não é um período isolado. Ela está intrinsecamente ligada a tudo que a mulher viveu até aquele momento.

Comecei a sentir os efeitos da menopausa aos 44 anos. Foi cedo. Mesmo sabendo que isso existia, confesso que fiquei surpresa. Não acreditava que as mudanças seriam tão intensas como foram: meus cabelos foram ficando ressecados, ganhei peso, meu metabolismo ficou mais lento, isso sem contar os calorões e as irritações. Lidar com isso não foi uma tarefa fácil, assim como para várias amigas, com quem conversei sobre o assunto.

Como eu “superei” a menopausa

Para mim, o mais difícil foi aceitar a mudança no corpo. Sempre fui magrinha e, com os anos, fui vendo os quilinhos se acumularem e a estrutura do corpo mudar: tórax e costas ficam mais largos, o estômago dilata e curvas ficaram menos delineadas. Não foi fácil manter a auto-estima, mas fazer o quê? Não dá para ficar triste o resto da vida, né? Trabalhei bastante o assunto na terapia e assumi a “nova Miréia”.  

Eu com os filhos pequenos.

Eu com os filhos pequenos.

Outro aspecto que me ajudou muito foi a reposição hormonal. Não foi uma decisão fácil. Há muitas controvérsias, já que algumas pessoas afirmam que o tratamento faz bem e outras falam que faz mal. Depois de um bom período de pesquisa e de conversar muito com especialistas, escolhi realizar o tratamento. Para o meu caso, foi muito importante. Meus fogachos pararam e minha irritabilidade diminuiu muito.

Há 10 anos, minha médica sugeriu pararmos com os remédios para ver como o corpo reagiria. Jesus! Voltaram os fogachos a mil! Fiquei também com a pele muito ruim. Voltei para o tratamento com hormônios e sigo até hoje. Mas é importante lembrar que faço controle todos os anos, com uma bateria de exames. Faço prevenção e me cuido muito. Antes de iniciar qualquer tratamento, é preciso fazer uma avaliação com especialistas.

 

Tive que superar também a redução na libido. Sou casada há 40 anos, então precisei aprender a criar um clima e a gerar estímulos para manter uma vida sexual saudável.

Dica: Para apimentar a relação, busque filmes eróticos, prepare um jantar romântico e abra uma deliciosa espumante!

 

Precisei me conscientizar de que estou mais velha. Afinal, todas as mulheres passam por isso, não apenas eu. Nós acabamos aprendendo a lidar com a situação e a se adaptar. Em relação aos cabelos e à pele, sou muito vaidosa. Por isso, uso cremes de boa qualidade e adequados à minha idade.

 

Faço também drenagem linfática semanalmente, para poder expelir os líquidos acumulados no corpo.

menopausa-drenagem-linfatica

Faço drenagem toda semana para reduzir a retenção de líquidos.

 

A menopausa é um período de mudança. Que tal aproveitar essa transição da melhor forma possível? Descubra o que te faz bem, explore novas atividades físicas, novos tratamentos de beleza e aprenda a se amar! Abra seu coração em casa, com seu parceiro e com a sua família. Não reprima seus sentimentos e busque formas de melhorar o que não está bom.

Menopausa não precisa ser um fardo! É mais uma fase maravilhosa da vida, com novos desafios e oportunidades. Vamos aproveitar?

Posts relacionados

0 245

0 415